Repensar modelos de remuneração é desafio para empresas em 2023

O desenho de estratégias de remuneração customizadas é uma das maneiras de as empresas repensarem os modelos de remuneração em 2023

Fechamos 2022 com 12 meses de intensas discussões sobre diversos temas relacionados à remuneração.

Passamos pelo leilão na contratação dos times de tecnologia, em grande parte causado pelas startups, mas também tivemos layoffs nestas mesmas empresas, tirando um pouco a pressão dessa bolha salarial.

Leia também: Sua empresa está pronta para divulgar as faixas salariais?

Falamos sobre tendências de flexibilização da remuneração, seja por meio da oferta mais ampla de benefícios para a escolha dos funcionários, pela adaptação de estratégias para diferentes públicos ou mesmo através de veículos de pagamento menos convencionais (e nem sempre recomendáveis) como as criptomoedas.

Esta agenda de flexibilização vem buscando formas mais eficazes de recompensar, além de aumentar o engajamento e a retenção dos times. Mas que desafio tem sido “engajar e reter pessoas”… Na contramão de todos os esforços do RH, acompanhamos os movimentos de Great Resignation, Quiet Quitting e Job Hopping. As pessoas querem mais qualidade de vida, menos controle, querem prêmios e aumentos salariais anuais, querem desafios “à altura das suas competências e ambições”. E se todas estas expectativas não são atendidas, não há muita resiliência para os viciados em reconhecimento, não importando se o negócio também não teve suas metas atingidas.

Quando escrevo sobre isso, acabo tendo a sensação de que as empresas têm contratado grandes “estrelas” (ou potenciais estrelas) na expectativa de que sejam bons integrantes de um time. Mas na verdade pouco há de engajamento coletivo quando se desiste de um projeto no momento em que as coisas não saem exatamente como e quando cada um imaginava.

Mas o que esperar de 2023?

Estes temas tratados em 2022 ainda estão na pauta das empresas! Mas de forma geral, os novos desafios que temos percebido nos projetos da consultoria ou nas discussões com clientes dizem respeito a:

No mais, meus sinceros votos de que em 2023 os processos, a cultura e as relações entre as pessoas sejam tão robustas na sua empresa que o direito de ir e vir de cada um não seja uma ameaça, mas sim um dado do problema. E que sejamos capazes de lidar com ele assim como lidamos com todos os demais desafios corporativos, sem quebrar todos os protocolos da remuneração com aumentos salariais descabidos que destroem a equidade interna.

Amém. 😉

Transforme sua
estratégia de remuneração agora!

Descubra como nossa solução inovadora em remuneração e entrega customizada podem impulsionar o sucesso do seu negócio. Vamos conversar e criar estratégias que elevem a performance da sua equipe.